Magia

São conhecidos por druidas aqueles que “possuem o conhecimento do cavalho” ou, de forma menos específica, aqueles que “possuem o saber das árvores”.

Ocupando os papéis de sacerdotes, profetas, historiadores, médicos e juízes dentro das comunidades celtas, estes homens e mulheres, desenvolveram uma série de atributos considerados “mágicos” para as folhas, flores, frutos e raízes das árvores nativas, fora o trabalho realizado com outros “espíritos da floresta”, representados por pedras, animais e deidades.

A magia do Ogham é um reflexo destas crenças e consiste basicamente em atrair o “espírito” de uma determinada árvore (ou conjunto delas) para auxiliar o mago no cumprimento de um objetivo. É interessante observar, por exemplo, que dos 38 remédios florais do Dr. Bach temos a presença de algumas árvores do Ogham, como Gorse/Furze (esperança), Heather (empatia), Holly (amor), Oak (força/resistência) e Vine (liberação), o que indica que, diferente de outras formas de magia, existe muito de fitoterapia na dita Magia do Ogham.

A grande questão aqui é que neste processo de “invocação do espírito de uma árvore” o druida conta com o apoio simbólico do Ogham, o que significa que a imantação bem feita de uma fid num objeto (um Luis para proteção, por exemplo) pode ser tão eficiente quanto o uso de partes desta árvore em talismãs ou poções. O mais importante é o respeito que se tem pela natureza como diferentes manisfestações da Deusa e do Deus e a fé de que tais benefícios podem ser alcançados desta maneira.

Não vou entrar nas minúcias do processo mágico do Ogham. Cada letra traz consigo várias correlações, como cores, animais e divindades. É preciso estar ciente delas para a invocação das energias corretas e, apesar do calendário das árvores ser questionado por muitos, de fato existem períodos mais propícios para determinados rituais, devendo ser levado em consideração certos detalhes, tais como o período do dia, a estação do ano, a fase da lua, etc.

Sites na Internet e livros sobre wicca, bruxaria e paganismo podem oferecer maiores informações a respeito destas práticas.