Arcanos Menores: Entendendo os Naipes

teste – post 1


Hoje eu entrei em uma comunidade do Orkut para complementar uma resposta e, ainda que de forma muito resumida, acho que vale a pena reproduzir aqui o que escrevi e que sai um pouco do lugar-comum das interpretações tradicionais.  {imagem: Golden Tarot of Klimt}

Quando se trabalha com os Arcanos Menores, é preciso ter muita consciência da verdadeira natureza dos naipes e como eles influenciam a consulta, tanto nas casas do jogo como no apanhado geral. O número de cartas de cada naipe no total de cartas utilizadas no método escolhido – principalmente se utilizamos muitas casas – por vezes ajuda muito mais do que as inserções particulares, de modo que toda oportunidade de falar dos naipes e elementos é bem vida.

NAIPE DE OUROS

É tudo o que você escreveu, sim, mas principalmente o que há de tangível e mensurável na questão. Quando você tem cartas de Ouros no afetivo, por exemplo, não significa que se trata de uma relação por interesse (pode ser, mas não necessariamente). Por vezes se percebe a questão da dependência (“sem você não sou ninguém”, “por que você não me ligou/veio aqui ontem?”), da necessidade de se provar o afeto (“o quanto você me ama/se importa comigo”) e o que se exibe para os demais (“eu a amo, mas não fica bem ser visto com ela”, “a relação não vai bem, mas o que os outras vão pensar se a gente se separar?”, “ela é burra, mas é gostosa”).

O que eu quero dizer é que existe um “aspecto Ouros” em Copas, em Espadas e em Paus, que é aquilo que você valora, sente na pele e traz conseqüências no mundo físico. {imagem: Golden Tarot of Klimt}

É preciso acrescentar em Ouros também todas abordagens sobre saúde.

NAIPE DE ESPADAS

As questões do intelecto e do conflito andam lado-a-lado porque todas os desafios e oportunidades surgem da mente – e não se trata de algo do tipo “O Segredo”, que é um pacote de conceitos deturpados.

Cartas de Espadas em um jogo falam da necessidade de se perceber a vida com outros olhos. De arejar. De redimensionar. Cada um é responsável pela sua própria felicidade; cada um é responsável pela sua própria infelicidade.

A mente que está sempre congestionada, ora no passado, ora no futuro, precisa encontrar o seu primo. Repleta de desejos, de raivas, de “quero” e “não quero”, de condicionamentos e falsas crenças, precisa manter o que nos impulsiona e descartar todo o peso morto.

– Leia também o post O Naipe de Espadas e as Quatro Nobres Verdades a respeito deste naipe.

NAIPE DE COPAS

Eu tenho o hábito de contrariar as tiragens de Copas em que todos falam exclusivamente de afeto. Não se trata de algo de natureza romântica só porque tem Copas, ainda que a tiragem seja sobre relacionamento.

Aproveitando a própria imagem do naipe, Copas se refere AO QUE TE PREENCHE. Pode ser o conteúdo atual da sua taça ou aquilo que você gostaria de ter nela, não importa. É um naipe que fala de satisfação – o quanto estou satisfeito ou insatisfeito com uma atividade, uma situação ou um relacionamento. Todo o resto é conseqüência. {imagem: Golden Tarot of Klimt}

NAIPE DE PAUS

A natureza ígnea de Paus se refere aos nossos impulsos e entusiasmos com relação às coisas que a vida nos oferece. Motivação é aquilo que nos leva a agir. Sem o calor de Paus não há carisma, autoestima, confiança e criatividade. Ouros constrói, mas a inovação e o espírito empreendedor pertencem a Paus.

É também o naipe que fala de espiritualidade, mas sem esquecer que tem peso com relação à expressão do ego. Esta equação precisa ser resolvida e é muito bem representada pela imagem da Dama que controla, sem sufocar, o Leão – o Arcano 11.

Um jogo com muitas cartas de Paus, por exemplo, pode ser problemático, pois existe a possibilidade da pessoa passar feito um rolo compressor por cima das outras e, de modo geral, elas ouvem muito pouco, sendo difícil, inclusive, o aconselhamento.

Posts Relacionados:

teste – post 2

About Marcelo Bueno 88 Articles
Marcelo Bueno é cartomante com especialização no Tarot. Além de editor do Zephyrus Tarot, promove cursos, workshops e atendimentos com este oráculo.