Jogo dos Chakras


Lembrava, dia desses, de uma pessoa, aqui no Rio de Janeiro, que fazia medição dos chakras com o pêndulo e, a partir dela, havia todo um process oracular. Em momento algum era proposto um trabalho de realinhamento ou algo do gênero. Era algo do tipo “o que o seu chakra conta a seu respeito”, o que não deixava de ser bem interessante pela riqueza dos detalhes, incluindo o tempo de algumas realizações.

Fiz uma busca rápida por jogos de chakras pela internet e não vi nada de interessante. Algo que cheguei a experimentar algumas vezes foi jogar cartas baseado nas Sete Chaves da Ascensão, que é um trabalho da Leslie Temple-Thurston (“Retornando à Unidade” é o nome do livro) que fala de pontos entre-chakras com atributos próprios e que muitas vezes bloqueiam o fluxo da energia.

Seja como for, vou fazer um curso sobre óleos no fim de semana e entrei no site da Terra Flor, promotora do evento. Numa das abas esbarrei com este resumo que achei bem redondo. Acho que dá para acrescentar um parágrafo para cada tópico baseado no que aprendi com a Cura Prânica, mas desse ponto já é possível fazer uma análise interessante. Estou publicando, em parte, para não esquecer de elaborar melhor a técnica.

1º. Chakra

Meta: encarnar, sobreviver, nutrir-se, fazer parte.
Desequilíbrio: medo, insegurança, instabilidade, avareza, vaidade, apatia, vitimização, orgulho, ciúmes, impaciência.
Equilíbrio: autossuficiência, responsabilidade, coragem, vitalidade, segurança, estabilidade, enraizamento.
Afirmação: Eu me aceito como eu sou.

200534946-0012º. Chakra

Meta: sentir prazer, fluir sexualmente, relaxar, expressar os sentimentos.
Desequilíbrio: crítica, martirização, manipulação, apatia/obsessão sexual, dependência, culpa.
Equilíbrio: prazer, abundância, alegria, sexualidade harmônica, maturidade emocional.
Afirmação: Eu me amo e aceito meu corpo.

200534947-0013º. Chakra

Meta: valor próprio, poder pessoal, tranquilidade emocional, discernimento.
Desequilíbrio: falta de identidade, necessidade de aprovação, carência, baixa autoestima, complexo de inferioridade/superioridade.
Equilíbrio: positividade, espontaneidade, clareza emocional, discernimento.
Afirmação: Eu honro e respeito a mim mesmo.

200534948-0014º. Chakra

Meta: amor incondicional, aceitação, perdão, amar e ser amado, confiança.
Desequilíbrio: medo de ser ferido e abandonado, ressentimento, dúvida, dificuldade de amar e ser amado, possessividade.
Equilíbrio: autoaceitação, dar e receber, generosidade, amorosidade, boa vontade, cooperação.
Afirmação: Eu mereço.

200534949-0015º. Chakra

Meta: criar, comunicar, compartilhar os ideais.
Desequilíbrio: dificuldade de comunicação, mentira, falta de integridade, medo de ser julgado.
Equilíbrio: ser verdadeiro, ouvir seu próprio corpo, expressar-se claramente, honrar a verdade interior.
Afirmação: Eu me expresso honestamente.

200534950-0016º. Chakra

Meta: clareza, intuição, ouvir a voz interior, intuir.
Desequilíbrio: rigidez, confusão, pensamentos negativos, ansiedade, autoimportância, cinismo.
Equilíbrio: sabedoria, autoconhecimento, clareza, intuição, clarividência, flexibilidade.
Afirmação: Eu penso o melhor.

200534951-0017º. Chakra

Meta: libertar-se, transcender, comungar com o divino.
Desequíbrio: egoísmo, arrogância, intolerância, frieza, orgulho.
Equilíbrio: sentimento de ser abençoado, gratidão, compreensão espiritual, aceitação da realidade divina, transcendência.
Afirmação: Eu confio na existência.

Fonte: Terra Flor Aromaterapia

Posts Relacionados:

About Marcelo Bueno 88 Articles
Marcelo Bueno é cartomante com especialização no Tarot. Além de editor do Zephyrus Tarot, promove cursos, workshops e atendimentos com este oráculo.